7 de dezembro de 2008

{Amar Yasmine}_DEXPEX, a AmadaAmar, é doce, é fera, é felina e é de uma sensibilidade ímpar. Dias atrás conversávamos, deu-me esse verso e sua emoção de presente ao declamar. Quando um verso lido, tira lágrimas de uma pessoa simplesmente pela beleza do seu contexto, tenho certeza de que ali, mora um grande coração. coração . . . . . . . . . . Copo de Água Nós vamos ensinar você o fervor. Nossos atos se prendem a nós, como ao fósforo sua luz. Nos consome é verdade, mas fazem nosso esplendor. E se nossa alma valeu alguma coisa é por ter ardido mais intensamente do que outras. Vamos ensinar a você o fervor. Uma existência patética. Não a tranqüilidade. Ser tranqüilo é ser trágico. Eu não almejo outro repouso que o sono da morte. Espero depois de ter exprimido nesta terra tudo que havia em mim. Satisfeito morrer completamente. Desesperado por fazer ainda mais. Nossa vida a de ter diante de nós como um copo de água gelada. O copo úmido nas mãos de quem tem febre e quer beber, e bebe tudo de uma vez. Sabendo que devia guardar, mas não podendo tirar dos lábios o copo delicioso. Tão fresca é a água e tão apaziguadora da sede. André Gide

Um comentário:

{Amar Yasmine}_DEXPEX disse...

NinAmada, vc sabe bem o que penso a seu respeito, e eu não tenho nenhum problema em deixar aqui escrito pra todos leiam.. vc é, sem dúvida alguma, entre tantos que conheci neste mundo virtual do BDSM, de longe a pessoa com a qual me identifico melhor. Gosto de muitas pessoas, admiro outras, adoro poucas.
Não é que eu ame vc mais do que qualquer outra pessoa, mas é bem parecido. É que eu me vejo em vc... droga, vc há de pensar que é uma ousadia da minha parte.. mas é que vc, ninAmada, representa o que acho de melhor num ser humano.

Doces besos, meu anjo!